Ci spiace, ma questo articolo è disponibile soltanto in Portoghese Europeo e Inglese Americano. Per ragioni di convenienza del visitatore, il contenuto è mostrato sotto nella lingua principale di questo sito. Puoi cliccare su uno dei links per cambiare la lingua del sito in un’altra lingua disponibile.

Quando se pretende escolher materiais de construção, é importante direcionar a nossa escolha para uma solução que equilibre as opções ambientais e económicas. Desta forma, a melhor maneira para atingir este objetivo é procurar junto do fabricante/revendedor obter alguma informação sobre a sua origem, impactes associados à sua utilização e recomendações aquando se tornar um produto obsoleto – resíduo. A recolha de informação poderá incidir, por exemplo em questionar quais as matérias-primas (se são renováveis ou não), de que país veio (se envolveu muita movimentação/transporte), se os processos usados na sua fabricação são tecnologias limpas, se tem alguma componente perigosa, se possuem impactes no ambiente ou na saúde pública, comportamento do material (ficha técnica), o que fazer e que destino dar ao material quando se transformar num resíduo. Existem fabricantes que estão mais sensibilizados e já transmitem alguma desta informação no ato da sua aquisição. Outros que possuem mesmo a certificação de materiais, como por exemplo algumas madeiras. Existem outros fabricantes que implementam critérios ambientais no processo de fabrico, como é o caso da adopção do sistema de certificação ambiental das empresas (ISO 14001 e EMAS). Qualquer uma destas opções garante que durante o fabrico do produto foram considerados os aspectos ambientais e reunidos esforços para os minimizar. Para o ajudar na escolha de ecoprodutos consulte a nossa base de dados de ecoprodutos selecionados tendo em consideração a sua avaliação em termos de sustentabilidade.

Start typing and press Enter to search