CONHEÇA A NOSSA PRAÇA | CIRCULAR ECONOMY

de 21 a 24 de novembro de 2019 na maior feira de construção em Portugal

De acordo com o CIB, a indústria da construção é o setor que mais consome recursos naturais, desde a produção dos materiais, execução da obra e a sua operação ao longo da vida útil do edifício, gerando consideráveis impactes ambientais. O setor apropria-se de cerca de 75% de tudo que é extraído da natureza. Destes 75% apenas entre 25% a 50% são realmente utilizados, sendo que quase metade é desperdiçado, através da geração de resíduos. No fim de vida útil de um edifício, a sua demolição significa o envio de toneladas de resíduos para aterro.

“É por isso urgente acabar com a simples demolição de um edifício e passar ao seu desmantelamento passo a passo e à sua desconstrução seletiva, de forma a valorizar adequadamente os materiais retirados, promovendo a sua re-integração em novos usos”, alerta Aline Guerreiro, referindo-se à economia circular no setor da construção.

A economia circular possibilita a introdução de resíduos na produção de novos materiais ou na reutilização de materiais retirados de edifícios em fim de vida. Por isso, aplicada a este setor, não só diminuirá a necessidade de extração de novas matérias primas, como diminuirá a produção de resíduos abrindo a porta a um novo mercado: o de produção de materiais a partir de materiais existentes. Tratando-se de uma mais valia ambiental, social e económica.

Neste sentido, o Portal da Construção Sustentável, aproveita esta oportunidade para ter em exposição materiais e produtos que já contribuem fortemente para a economia circular no setor da construção. Visite-nos!

Recent Posts

Start typing and press Enter to search