água

ecoprodutos para a preservação e boa gestão do recurso ÁGUAagua_menino_az

A água é um recurso indispensável nas atividades humanas, tendo uma grande influência na qualidade de vida das populações. De facto, a água é, não só um recurso imprescindível à vida, como também, fruto das suas características qualitativas e quantitativas, um factor condicionante do desenvolvimento económico e do próprio bem-estar social.

Em 1992 na Cimeira da Terra realizada no Rio de Janeiro, grande parte dos países participantes reconheceram a necessidade de conciliar o meio ambiente e o crescimento económico, através do desenvolvimento sustentável, tendo estabelecido desde então uma parceria global. Assim, perfeitamente enquadrada nestas prioridades, surge a necessidade atual de usar a água racionalmente, de forma a evitar a sua escassez no futuro. No Mundo, uma em cada cinco pessoas não tem acesso a água potável e uma em cada duas não tem acesso a sistema de saneamento (Food and Agriculture Organization).

Imagem4

A nível geral, a água pode ser considerada um recurso abundante, dado existirem cerca de 1300 milhões de quilómetros cúbicos de água na Terra. Contudo, 99,9% dessa água é salgada ou está gelada, sobrando apenas 0,1% de água doce disponível no estado líquido. O consumo de água está também desigualmente dividido, pois cerca de 70% serve o sector agrícola, dividindo-se o restante em 20% para o sector industrial e 10% para o sector doméstico (Instituto da Água).

99,9% da água na Terra é salgada ou está gelada, sobrando apenas 0,1% de água doce disponível no estado líquido.

De acordo com o Secretariado Internacional da Água, na década de 50 a disponibilidade de água era de 16800 metros cúbicos por ano e por habitante, sendo atualmente de 7300 metros cúbicos por ano e por habitante. Esta diminuição é preocupante, principalmente se atendermos a que, em contrapartida, pelas modificações dos hábitos da sociedade e pelo desenvolvimento económico, o consumo de água por pessoa sextuplicou. A manter-se este ritmo, estima-se que em 2025 e pela primeira vez, o consumo de água igualará as reservas disponíveis. A partir daí, os 8 mil milhões de pessoas consumirão mais água do que aquela que a natureza conseguirá fornecer. Este facto é agravado pela distribuição desigual dos recursos hídricos, dado que dez países detêm 60% da água doce disponível. Esta desigualdade ocorre quer espacial quer temporalmente, facto óbvio em Portugal, de que as cheias e secas são um claro exemplo.

Há uma carência anunciada de água! É urgente utilizar a água de uma forma racionalizada e gerir este importante recurso natural de uma forma sustentada!

  1. ÁGUA_aproveitamento;
  2. ÁGUA_boas práticas;
  3. ÁGUA_impactes ambientais;
  4. ÁGUA_reutilização;
  5. ÁGUA_legislação.

Acessibilidades I Água  I Ar  I Conforto I Construção I Energia I Ordenamento I Resíduos

Powered by